Estreia da terceira temporada de Game of Thrones

anão game of thrones

O melhor momento de ontem, sem dúvida, foi da casa Lannister. Tywin humilhando Tyrion foi um show a parte e Peter Dinklage é mesmo muito pequeno para o tamanho do seu talento.

Outro bom momento de ontem pertenceu à Daenerys, que foi parar em Astapor, uma cidade na Baía dos Escravos especializada na criação de soldados que não se importam de ter os seus mamilos cortados. Tudo indica que a mãe dos dragões vai encontrar uma bússola moral em Barristan Selmy, que (viva as mudanças do roteiro adaptado) não vai passar metade da temporada fingindo ser um guerreiro viajante.

Agora vem parte mais chata:

… que aconteceu além da Muralha de Jon Snow, durante seu encontro com o rei Mance Rayder. O rei pergunta porque o bastardo gostaria de se juntar à eles e Jon manda um discurso fraco sobre a Patrulha da Noite, a parte menos convincente deste episódio. Kit Harington precisa melhorar um pouco sua expressão.

A estreia da terceira temporada não pareceu com uma “estreia” de fato, mas muito mais com uma continuação. Uma boa continuação.

Anúncios