A Volta de Breaking Bad ou Deixem o Bryan Cranston em Paz

A entrevista de Bryan Cranston para a CNN ganhou proporções gigantescas entre os fãs de Breaking Bad. Recapitulando o que aconteceu:

  • Na quinta-feira, Cranston falava sobre sua indicação ao Tony pelo magnífico trabalho em LBJ. Digo magnífico porque eu estive lá (não porque ame a história do Lindon Johnson, mas porque eu amo Cranston).
  • Na sequência ele falou do seu papel em Godzilla e, claro, Breaking Bad, que esse ano ainda concorre ao Emmy. Pois bem. Questionado sobre a morte de Walter White, ele respondeu: “você não viu nenhum saco preto com o corpo dele lá”. Cranston não mentiu. Não apareceu saco preto.

Só que, para completar, ele lançou um “NUNCA DIGA NUNCA”. Foi o suficiente para enlouquecer a internet.

walter white breaking bad está vivo

Acontece que Bryan Cranston não tem motivos para usar Breaking Bad para se promover, como alguns idiotas apontaram. Ele não precisa. Ao contrário de muitos atores que ficam presos aos seus papéis na TV, Cranston (ou seja lá quem for seu agente) vem direcionando sua carreira de maneira exemplar muito antes da série chegar ao fim. Encarou um personagem complexo na Broadway, escolheu os filmes certos para aparecer e conseguiu atrair um público recorde para assistir Godzilla nos cinemas.

A gente sabe que qualquer notícia sobre Breaking Bad nos enlouquece, de fato, mas dessa vez ele estava só brincando. PONTO. E todos nós sabemos que um filme ou uma sequênca destruiria nossa série preferida. Então, por favor, deixem Bryan Cranston em paz.

Anúncios