Segunda temporada de O Negócio não convence

segunda temporada de o negocio

O marketing pode fazer você comprar qualquer coisa, mas dificilmente vai fazer você assistir a segunda temporada de O Negócio, série brasileira produzida pela HBO.

O uso excessivo da voz que narra a história das garotas de programa não é apenas irritante, é uma falta de respeito com o telespectador.

Uso um exemplo para ilustrar.

Nesta cena, Magali toma sorvete com sua avó. Eu acho que todo mundo consegue reconhecer que é um sorvete, não? A voz, então, explica:

 “A Magali saiu de casa para tomar um sorvete com sua avó”.

segunda temporada de o negocio hbo

Eu jurava que ela estava tomando soda cáustica. Obrigada por avisar.

Em Sex and the City, a narração de Carrie Bradshaw adicionava contrapontos e tiradas que não poderiam ser mostradas de outra forma. A narração em O Negócio não tem razão de existir.

Alguma Justificativa?

Não se pode deixar de lado o fato de que aspectos comerciais estão em jogo, como em tudo que envolve televisão. Mas peraí… Isso é HBO, não? O canal que aborda temas adultos etc, que não subestima seu público, blá-blá-blá.

Isso só torna os defeitos de O Negócio maiores ainda. Apesar da pornografia gratuita, a gente sempre espera uma boa história por trás de toda produção HBO. É o oposto de qualidade que carregam PSI, FDP e Mandrake.

O que mudou da Primeira Temporada pra cá

É claro que ninguém faz um filme ou uma série sozinho. Você investe pessoas na realização desse trabalho e, na maioria das vezes, vê este trabalho ser invadido por executivos que deveriam promover a criatividade . Não sei se é o caso e pouco me interessa, mas algumas coisas mudaram da primeira temporada pra cá.

E não é somente de falta de consistência que sofre O Negócio.

Nesta segunda temporada vemos Karen lutar contra a “pirataria” da Oceano Azul. Mas porque mesmo eu torceria pela causa da Oceano Azul? É uma causa que o telespectador ainda não teve tempo de comprar.

O mais excitante em O Negócio, infelizmente, não está em nenhum personagem, em nenhum dilema e em nenhuma atuação. Eu não vou pagar pra ver.

Anúncios